A jornalista mexicana e o presidente “alcoólatra”

A jornalista mexicana Carmen Aristegui foi demitida no ar por mencionar que o presidente do país poderia ser um alcoólatra, diz Felipe Correa.

O caso

Em fevereiro de 2011, a ilustre jornalista mexicana Carmen Aristegui foi despedida por infringir o código de ética da MVS Multivisión, onde trabalhava. A emissora alegou que Aristegui disseminou um rumor sobre o presidente Felipe Calderón como sendo uma notícia. Durante seu programa de rádio, Aristegui deu a notícia sobre um cartaz que havia sido exposto no congresso mexicano, pelos deputados de oposição, que dizia: “Você deixaria um bêbado dirigir o seu carro? Claro que não! Então por que deixar um dirigir o seu país?” Membros do partido do governo deixaram a sessão plenária em protesto contra o insulto a Calderón.

Após dar a notícia, Aristegui afirmou que de fato não havia nenhuma evidência que confirmasse se o presidente sofria de alcoolismo. Contudo, ela enfatizou que o assunto era delicado e que precisava de um esclarecimento. “Isso merece uma resposta séria e formal do presidente da república”, disse ela. Aristegui disse ainda que nas democracias do mundo as condições de saúde dos líderes do Estado são de interesse público.

Dois dias depois do programa, a MVS transmitiu uma mensagem em que demitia Aristegui. A demissão gerou debates nas redes sociais e na mídia. Duas semanas depois, a MVS revogou a demissão afirmando que o programa de Aristegui continuaria sendo transmitido e que o caso seria analisado e julgado por uma comissão interna. Desde então, o programa de Aristegui continua sendo transmitido.

Opinião do autor

Esse caso me faz lembrar de um que ocorreu em 2004, quando o jornalista correspondente do New York Times, Larry Rohter, escreveu uma reportagemsobre o Lula, quando este era presidente do Brasil. Na reportagem, Rohter insinuava que Lula tinha problemas de alcoolismo. Em resposta, Lula tentou expulsar Rohter do país.

Insinuações de que políticos têm problemas com alcoolismo são frequentes, mas raramente têm algum embasamento factual, o que gera inúmeros casos de calúnia ou difamação. No entanto, no caso ocorrido no México me parece que a jornalista apenas comentou um evento que ocorreu dentro do congresso mexicano, pedindo esclarecimentos do presidente. Comentar um evento que ocorreu no congresso é diferente de afirmar algo em uma reportagem investigativa. No caso de Rother, ele não reportou nenhum evento pontual. Ele fez uma investigação e escreveu uma reportagem que insinuava (sem fornecer provas) que o presidente do Brasil sofria de alcoolismo. No caso de Aristegui, está claro para mim que não foi difamação e que ela não deveria ter sido demitida.

 

- Felipe Correa

Leia mais:


Comentários (2)

As traduções automáticas são feitas pelo Google Translate. Essa ferramenta pode lhe dar uma idéia aproximada do que o usuário escreveu, mas não pode ser considerada uma tradução precisa. Por favor, leia estas mensagens levando isso em conta.

  1. I think Jack is right is highlighting the difference between alcoholism and drunkenness. But this is rather a matter of why Aristegui was dismissed. In today’s world leaders are expected to accept criticisms and deal with accusations even if they aren’t true. It sounds to me that Aristegui was punished for doing her job, which shouldn’t be the case. This antecedent could only encourage the silencing of reporters regarding sensitive issues. And this is not a good sign for democracy or free speech..

  2. Surely the crux of the matter is addressed by the answer to the question: Is he doing an acceptable job? Alcoholism is not necessarily a bar to that. Drunkenness is, and they are not the same. Many alcoholics are never drunk. William Pitt the Younger was an alcoholic. So was Churchill.

Deixe um comentário em qualquer língua

Destaques

Deslize para a esquerda para navegar todos os destaques


Liberdade de Expressão em Debate é um projeto de pesquisa do Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade de Expressão, do Colégio St Antony's na Universidade de Oxford. www.freespeechdebate.ox.ac.uk

A Universidade de Oxford