Nossa equipe

O som do Liberdade de Expressão em Debate

A equipa do Liberdade de Expressão em Debate juntou-se à volta de um microfone para tentar uma “onda mexicana de livre expressão” na nossa reunião a meio do ano. Começando com urdu e acabando em persa, recitámos os princípios dois e três numa ronda sobreposta nas nossa línguas nativas. Tente adivinhar as outras línguas ouvindo aqui.

Equipa executiva

Timothy Garton Ash, Director

O Timothy Garton Ash é o Director do Dahrendorf Programme for the Study of Freedom (Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade) e dirige o projeto Liberdade de Expressão em Debate. É Professor de Estudos Europeus na Universidade de Oxford, Isaiah Berlin Professorial Fellow no St. Antony’s College e é Senior Fellow na Hoover Institution na Universidade de Stanford.

Dorian Singh, Gestora de Investigação

Dorian Singh é a Gestora de Administração do Dahrendorf Programme for the Study of Freedom (Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade) e ajuda a dirigir o projeto Liberdade de Expressão em Debate. É doutorada em Política Social pela Universidade de Oxford, e a sua própria investigação é focada nas reformas dos sistemas de saúde de países ex-comunistas.

Michael Patefield, Editor Online

Michael Patefield é editor online do projeto Liberdade de Expressão em Debate e está a realizar o seu mestrado em Estudos Russos e Europeus de Leste no St. Antony’s College. A sua investigação centra-se na política económica russa durante a vigência de Vladimir Putin.

Sebastian Huempfer, Editor Adjunto

Sebastian Huempfer está atualmente a terminar o seu doutoramento em história económica, em Oxford. Os seus interesses de investigação incluem a relação da liberdade de expressão com o poder económico, o problema do discurso do ódio, e as regras da livre expressão na Alemanha.

Sarah Glatte, Editora Adjunta

Sarah Glatte é editora adjunta do Dahrendorf Programme for the Study of Freedom (Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade). Doutorou-se recentemente em Política pela Universidade de Oxford. Os seus interesses de investigação incluem a participação política, o género e a liberdade de expressão.

Max Harris, Editor Adjunto

Max Harris é Examination Fellow no All Souls College. Tem graus de Mestre em Direito e em Políticas Públicas, e está especialmente interessado no papel do estado e em direitos humanos.

Patrick Quinton-Brown, Editor Adjunto 

Patrick Quinton-Brown está a realizar o seu Mestrado (Relações Internacionais) na Universidade de Oxford, onde estuda na qualidade de John A. Moss Scholar. É Editor Executivo da St. Antony’s International Review.

Emre Caliskan, Editor de Promoção Social

Emre Caliskan está a realizar o seu Doutoramento em Relações Internacionais em St. Antony’s College. Ele trabalhou previamente para o BBC Turkish, para o canal público turco TRT e para o Cumhuriyet Newspaper. É também co-autor do The New Turkey and its Discontents (A Nova Turquia e os seus Descontentamentos) que dentro de alguns meses será publicado pela Hurst.

Neil Dullaghan, Editor de Promoção Social

Neil Dullaghan está a realizar o seu Mestrado em Política (Políticas e Sociedade Europeias) no Mansfield College em Oxford. Anteriormente realizou a sua Licenciatura em Relações Internacionais. Tem trabalhado na International Coalition for the Responsibility to Protect (Coligação Internacional para a Responsabilidade de Proteger), com a Universidade das Nações Unidas, e com a Castleford Media.

Kimb Jones, Design & Desenvolvimento para a Web

Kimb tem construído websites desde os anos 90 e é co-fundadora da agência de design & desenvolvimento WordPress ‘Make-Do’. Numa outra vida trabalhou como Gestor Digital na NHS Communications & Marketing e tem trabalhado com a plataforma WordPress desde 2005.

Tradutores e Apresentadores

Maroussia Bednarkiewicz tem um Mestrado em tradução pela Universidade de Génova e um Mestrado em Estudos e História Islâmicos da Universidade de Oxford. Ela trabalha atualmente como tradutora freelancer  e no seu projeto de Doutoramento sobre os mecanismos sociais, políticos e legais através dos quais algumas populações recentemente muçulmanas adoptaram o Islão preservando, no entanto, tradições antigas após a conquista árabe.

Lauea Bernal Bermúdez é jurista e vem da Colômbia. Terminou o seu Mestrado (MSc.) em Direitos Humanos no departamento de Sociologia da LSE e está atualmente no seu segundo ano do seu Doutoramneto (DPhil) no Departamento de Sociologia da Universidade de Oxford, em que estuda os remédios para as violações corporativas de direitos humanos na Colômbia.

Udit Bhatia está a realizar o Doutoramento (DPhil) em teoria política, sobre a forma como a educação é usada para excluir pessoas da cidadania democrática.

Andreia Carmo  é estudante de Mestrado (MPhil) e Estudos Latino-Americanos, e foi recentemente aceite como estudante de Doutoramento no King’s College em Londres. A sua área de interesse é a corrupção. Ela tem também realizado vários trabalhos de tradução, tal como a tradução para português de Uma Reivindicação pelos Direitos das Mulheres de Mary Wollstonecraft.

Fouzia Farooq é historiadora da Índia Medieval, está a terminar o seu Pós-Doutoramento no Centro de Estudos Islâmicos de Oxford. É docente na Quaid-i-Azam University Islamabad. O seu livro Muslim Rule in India: Power and Religion in the Delhi Sultanate (O Domínio Muçulmano na Índia: Poder e Religião no Sultanato de Deli) irá ser publicado em 2016 pela I. B. Tauris London.

Max Gallien está a realizar o Doutoramento (DPhil) na LSE. A sua investigação centra-se na economia política do comércio ilegal na África do Norte.

Saba Halepota

Nada Helal é uma estudante de Mestrado (M.Sc) em Antropologia Social com interesse em educação. migração e política. A sua região de interesse é o Médio Oriente, particularmente o Egito, de onde é original.

Jalal Imran está a realizar o Doutoramento (DPhil) em Política focado em Movimentos Sociais e Violência Colectiva, com interesse no Médio Oriente. Ele está também a desenvolver um interesse em investigar a compreensão do extremismo entre diferentes contextos culturais e políticos, e as suas implicações na praxis política e intelectual.

Maryhen Jiménez Morales é estudante de Doutoramento (DPhil) em Ciência Política e Relações Internacionais. A sua investigação analisa os partidos da oposição em regimes autoritários na América Latina. Ela fez um Mestrado (MPhil) em Estudos Latino-Americanos no St. Antony’s College em Oxford. Maryhen é licenciada (BA) em Ciência Política pela Goethe University Frankfurt e trabalhou para a German development cooperation; O Tribunal Interamericano dos Direitos Humanos e para a Americas Division of Human Rights em Washington DC.

Danish Khan está a fazer o Doutoramento (DPhil) em história e contribui para a imprensa escrita e televisiva na Índia.

Zaha Kheir  nasceu na Alemanha, tendo crescido e estudado em Espanha, onde completou a sua licenciatura (BA) e Mestrado (MA) em Ciência Política e Administração em 2010. Depois de completar os seus estudos fundou o seu próprio negócio de tradução em Frankfurt, na Alemanha, especializando-se em traduções médicas e serviços de transcrição bilingue. Zaha é tradutora certificada de Alemão—Inglês e de Alemão—Espanhol pela Câmara do Comércio Alemã (IHK). Em 2014, retomou as suas atividades académicas e começou os seus estudos de Doutoramento em Política no St. Antony’s College em Oxford. A sua tese estuda dinâmica política durante períodos de legislatura na Palestina e no Líbano.

Kimiko Kuga é estudante de Doutoramento (DPhil) em Política e Relações Internacionais na Universidade de Oxford. Ela concentra-se atualmente nos casos de tráfico humano no Japão.

Ana Martins está a especializar-se em Teoria Política no Instituto de Estudos políticos da Universidade Católica Portuguesa em Lisboa. Ela foi estudante de intercâmbio no St. Antony’s College em Oxford. É formada em Direito com experiência em Jornalismo.

Mujahid Muhammad é estudante de Doutoramento (DPhil) no Departamento de Química Orgânica da Universidade de Oxford. A sua investigação é direcionada para a síntese total de compostos biologicamente ativos naturalmente ocorrentes.

Kaya Nagayo é Japonesa e estuda Estudos Russos e Europeus de Leste. Os seus hobbies são viajar, tocar piano e violino, fotografia, ir a concertos e peças de teatro, galerias e museus de arte.

Nikhil Pandhi é bolseiro da Rhodes (2014) e vem da Índia e está atualmente a realizar o um Mestrado (MPhil) na Escola de Arqueologia. Ele tem uma ampla diversidade de interesses e escreve acerca de uma variedade de temas incluindo património, história, política, cultura, direito e tudo o que lhe capte a atenção.

Monica Richter está a realizar o Mestrado (MPhil) em Política Europeia no St. Antony’s College, especializando-se em Política Externa Europeia e na aliança estratégica EU-Rússia. Ela obteve a sua licenciatura em Relações Internacionais e Filosofia na Universidade de St. Andrews.

Suzanne Robin completou o seu Mestrado (MSc) em Sociologia no St. Antony’s College em Oxford. Interessa-se por género, juventude e movimentos sociais nas democracias ocidentais. Previamente estudou Filosofia e Humanidades na Universidade Sorbonne, Paris IV.

Dana Polatin-Reuben está a realizar o seu Doutoramento (DPhil) no novo Centre for Doctoral Training in Cyber Security (Centro para Treino Doutoral em Cibersegurança) da Universidade de Oxford, com o seu projeto de investigação sediado no Oxford Internet Institute.

Maja Sojref é estudante de Mestrado em Estudos do Médio Oriente Moderno no St. Cross College em Oxford. Ela está particularmente interessada em história social e cultural e tem estado a trabalhar com ONGs de direitos civis em Israel/Palestina.

Yury Sorochkin

Hande Yalnizoglu está a realizar o Mestrado (MPhil) em Estudos do Médio Oriente Moderno em St. Antony’s College. A sua tese foca-se na modernidade otomana através da análise do jornal otomano publicado em Bagdade em 1869. Está também interessada em movimentos islâmicos, transições culturais no Médio Oriente, e na questão Curda na Turquia.

Nos nossos primeiros três anos

Maryam Omidi foi a nossa editora online 2011-2012. Antes de se juntar ao Liberdade de Expressão em Debate, trabalhou no Financial News, numa revista da Dow Jones, onde foi repórter online. Antes disso, trabalhou nas Maldivas como editora da Minivan News (Independente) e como stringer para a Reuters.

Judith Bruhn foi a editora online de 2011 a 2012. Foi previamente estudante de Mestrado (MPhil) em estudos chineses modernos no St. Antony’s College em Oxford, e obteve um Mestrado (MA) em Relações Internacionais pela Universidade de St. Andrews.

Brian Pellot, foi um editor online para o Liberdade de Expressão em Debate. Estudou Jornalismo na Universidade de Missouri e Estudos do Médio Oriente Moderno no St. Antony’s College em Oxford. Brian é jornalista multimídia focado em ciber-política, em meios de comunicação de massa e em questões de género nos estados do Golfo Árabe.

Jeffrey Howard (Direito) foi estudante de Doutoramento em Teoria Política no Nuffield College em Oxford. A sua dissertação desenvolve uma teoria de relações morais entre aqueles que afirmam os princípios da democracia liberal e aqueles que o não fazem. Ele convoca o workshop de Teoria Política de Nuffield, ensina Filosofia Política aos estudantes de licenciatura em Oxford, e trabalha como investigador no Counterpoint, o think-tank e firma de análise de risco sediada em Londres.

Graham Reynolds (Propriedade Intelectual) foi Professor Assistente na Dalhousie Iniversity Schulich School of Law em Halifax, no Canadá, onde ensina e investiga nas áreas do direito da propriedade intelectual, direito da propriedade e direitos de autor. Graham está de momento de licença académica da Dalhousie, enquanto realiza os seus estudos doutorais no St. Peter’s College em Oxford. A sua tese centra-se na intersecção da liberdade de expressão com os direitos de autor.

Naoko Hosokawa estudava Socio-Linguísticas Japonesas no Hertford College em Oxford. Previamente estudou Relações Internacionais e Ciência Política.

Irem Kök realizou o Doutoramento (DPhil) em Geografia e Ambiente no Brasenose College em Oxford. Antes de se mudar para o Reino Unido, completou o seu Bacharelato e Pós-Graduação em Filosofia, Economia e Ciência Política na Turquia e nos EUA.

Fatemeh Shams realizou o Doutoramento no Wadham College em Oxford. A sua tese preocupa-se com a transformação da ideologia na poesia persa pós-revolucionária. Ela é poeta e blogger, e foi ativista política no movimento estudantil iraniano e co-editora de um vários websites de oposição após a eleição presidencial de 2009 no Irão. Tem vivido no exílio desde então.

Hebatalla Taha foi aluna de Mestrado (MPhil) em Estudos do Médio Oriente no St. Cross College em Oxford. Ela foca-se no Islão político e em feminismo islâmico no mundo árabe. Previamente concluiu a licenciatura (BA) em Assuntos Internacionais com foco no Médio Oriente e Desenvolvimento Internacional.

Funda Üstek realizou o seu Doutoramento (DPhil) em Sociologia no St. Cross College, em Oxford. Completou previamente um Mestrado (MSc) em Politica Social Comparativa em Oxford e uma duplo dupla licenciatura [BA (Hons)] em Ciência Política e Relações Internacionais e Filosofia na Boğaziçi University na Turquia.

Maximilien von Berg realizou o seu Mestrado (MPhil) em Política (Governo Comparativo) no St. Cross College em Oxford. Max tem uma Licenciatura (BA) em Reçlações Internacionais (primeira classe) e trabalhou no Médio Oriente. A sua tese pretende estudar a evolução da dívida pública em países da OCDE. Max é antigo campeão mundial de triatlo e rema no Primeiro Barco VIII do Wolsron College.

Felipe Botelho Correa realizou o Doutoramento (DPhil) em Línguas Modernas, especializando-se em Literatura Brasileira no Wolfson College em Oxford. Em 2009 publicou o livro, Imaginário do medo: imprensa e violência urbana, usando os resultados da sua tese de Mestrado sobre a imprensa e a violência urbana no Brasil.

Melis Evcimik foi estudante de Doutoramento (DPhil) no St. Antony’s College em Oxford. Ela trabalha em política externa contemporânea do Médio Oriente e está particularmente interessada no envolvimento da Turquia no Médio Oriente. As suas Licenciatura (BA) e Mestrado (MA) são do Departamento de Política e do Departamento de Estudos do Oriente Próximo da Universidade de Princeton.

Maria Luiza Gatto foi estudante de Doutoramento em Política e membro do St. Antony’s College em Oxford. Ela estuda instituições políticas e representação política das mulheres na América Latina. Ela detém um Mestrado (M.Sc.) em Investigação Política (2012) do Corpus Christi College na Universidade de Oxford e uma Licenciatura (BA) com distinção (2011) de Barnard College de Columbia University.

Kim Wilkinson foi editora adjunta do LED (Liberdade de Expressão em Debate) e estudou no Wolfson College em Oxford onde completou o Mestrado (MPhil) em Estudos do Médio Oriente Moderno.

Heba Al-Adawy estudou Estudos do Médio Oriente Moderno no Trinity College em Oxford. Previamente especializou-se em História Intelectual Europeia, em particular na questão da religião e soberania dentro pensamento político ocidental.

Jacob Amis realizou o Mestrado em Estudos Modernos do Médio Oriente no St. Antony’s College em Oxford. A sua investigação centra-se nas estratégias políticas não-violentas dos movimentos islâmicos. De 2009 a 2010, Jacob foi research fellow (Pós-Doutoramento) em política externa e segurança na Policy Exchange. Ele detém uma Licenciatura (BA) vencedora do prémio em história antiga e moderna da Universidade de Oxford, e tem estudado Árabe no Egito, Jordânia, Omã e Síria.

Sanchita Bakshi estudou Estudos de Desenvolvimento em St. Antony’s College em Oxford.

Ruth Costas estudou Estudos Americo-Latinos em St. Antony’s College em Oxford. Realizou os seus estudos de Licenciatura em Relações Internacionais na PUC e em Jornalismo na USP no Brasil. Antes de vir para Oxford ela trabalhou durante sete anos como jornalista no Brasil.

Katie Engelhart estudou História Moderna no St. Antony’s College em Oxford. Numa outra vida foi jornalista em Toronto.

Katherine Bruce-Lockhart fez o Mestrado (MSc) em Estudos Africanos no St. Antony’s College. Ela trabalhou como jornalista no Canadá e na África do Sul, e fez investigação e programação com organizações não governamentais que trabalham com questões de liberdade de expressão na Namíbia, Nepal e Canadá.

Bassam Gergi realizou Mestrado (MPhil) em Governo Comparativo em St. Antony’s College. Ele é bolseiro Dahrendorf que está interessado na ruptura pública em políticas negras e na explicação do silêncio da América negra perante os desafios com que se depara.

Rory McCarthy fez o Doutoramento (DPhil) em Estudos Orientais em St. Antony’s College em Oxford. Previamente foi correspondente do Médio Oriente para o The Guardian.

Amy Qin estudou Política (Governo Comparativo) no St. Antony’s College em Oxford. A sua investigação focou-se nas relações estado-sociedade na China, especificamente no impacto da internet na política chinesa.

Maximilian Ruhenstroth-Bauer estudou Política e Sociedade Europeias no Lady Margaret Hall em Oxford e recebeu o seu Mestrado (MPhil) em Julho de 2012.

Casey Selwyn estudou Relações Internacionais, especializando-se em parcerias público-privadas na saúde no St. Antony’s College em Oxford. Casey recebeu o seu Bacharelato e História da Universidade de Nova Iorque, e trabalhou como assistente de investigação antes de vir para Oxford.

Louise Fang foi bolseira de investigação visitante na Faculty of English em Oxford. Atualmente está na Maison Française e a completar um Mestrado em Literatura Inglesa.

Clementine de Montjoye realizou o Mestrado (MSt) em Línguas Modernas no Worcester College em Oxford. Antes de vir para Oxford esteve no King’s College London a fazer um Bacharelato (BA) em Literatura Comparativa. Agora centra os seus estudos na literatura pós-colonial hispânica e anglófona.

Marina Pérez de Arcos estudou Relações Internacionais no St. Antony’s College em Oxford. A sua tese de licenciatura foi acerca de políticas sociais em Medellín na Colômbia. Marina trabalhou no governo local em França e no Governo Espanhol.

Sundas Ali (Pakistan) foi estudante doutoral em Sociologia no Nuffield College em Oxford. Os seus interesses de investigação abrangem a identidade nacional e o sentido de pertença. A sua formação prévia foi em Relações Internacionais (MSc) e Economia e Econométricas (BSc) da Universidade de Bristol.

Annabelle Chapman estudou Estudos Russos e Leste-Europeus no St. Antony’s College em Oxford. Ela interessa-se pela política da União Europeia dirigida aos seus vizinhos a este.

Andrew Clark estudou Estudos do Médio Oriente Moderno no St. Antony’s College em Oxford. Especializou-se em política árabe e movimentos islamistas, especificamente no Egito, mas está também interessado em História e Economia do Médio Oriente.

Rutger Kaput realizou o Doutoramento (DPhil) em Teoria Política no St. Antony’s College em Oxford. A sua dissertação centra-se no modo como as experiências de mudança do tempo social afectam a política.

Matthias Battis realizou o Doutoramento (DPhil) em História no Wolfson College em Oxford. Estudou previamente na European University Viadrina para a Licenciatura (BA) em Ciências Culturais e concluiu em 2011 o Mestrado (MPhil) em Estudos Russos e Europeus de Leste de Oxford.

Dr.ª Olga Shvarova foi Consultora Adjunta na Isis Innovation na Oxford University Science. Além disso, Olga é escritora, tradutora e fotógrafa.

Nadira Khudayberdieva (Russia) estudou para o Mestrado (MSc) em Governação Global e Diplomacia no St. Antony’s College em Oxford. Ela interessou-se particularmente na prevenção de conflitos étnicos e questões de direitos humanos, esperando construir uma carreira nestas áreas.

Josh Black estudou no St. Antony’s College em Oxford onde realizou o Mestrado (MSc) e Estudos Russos e Europeus de Leste. Obsessivamente meticuloso com pontos e vírgulas, no seu tempo livre é blogueiro e sonha em viajar pelo mundo.

Manav Bhushan foi aluno ano de Doutoramento (DPhil) de segundo no St. Cross College em Oxford. Ele também trabalhou em modelagem matemática para um projeto de investigação sobre o cancro.

Dominic James Burbidge (religião) realizou o Doutoramento (DPhil) em Política no Oriel College em Oxford. A sua dissertação analisou a confiança interpessoal no Quénia e na Tanzânia e argumenta que o capital social corresponde ao conceito Antigo de virtude. Dominic foi um dos bolseiros Dahrendorf do St. Antony’s College em 2009 e estuda atualmente ao abrigo da Frankel Memorial Studentship em Economia Política no Oriel College. Dominic aprendeu Swahili no Quénia e na Tanzânia e é consultor para o Strathmore Governance Centre em Nairobi no Quénia. Trabalha com órfãos da SIDA no ocidente queniano através da ONG Teach a Child Africa (Ensina uma Criança África) ensinando também alunos da licenciatura PPE em Oxford.

Avani Nansal foi bolseiro da Roy Goode, realizando o Mestrado (MPhil) em Direito no Linacre College em Oxford. As suas áreas de interesse incluem Direito Constitucional, Direito do Ambiente e Direitos Humanos.

Shubhangi Bhadada estudou direito no St. Hilda’s College em Oxford. Ela interessava-se por direito internacional público, direito comercial e direitos humanos.

Vanya Vaidehi Bhargav formou-se em Estudos Sul-Asiáticos Modernos no St. Antony’s College em Oxford. Previamente estudou para o Licenciatura (BA) em História e Política em Oxford. Ela interessou-se por questões do nacionalismo Hindu, de minorias religiosas e de casta na Índia.

Michèle Finck Doutorou-se (DPhil) em Direito. Interessa-se particularmente por Direito Comparativo e Público Europeu. Tem um Mestrado (LL.M) da IUE bem como um duplo diploma em Direito francês e Inglês do King’s College London e da Sorbonne.

Ayako Komine foi estudante de Doutoramento (DPhil) em Política no New College em Oxford. Está a fazer investigação em imigração e nacionalidade no Japão. Trabalhou como consultora de gestão antes de chegar a Oxford.

Aisha Saad realizou o Doutoramento (DPhil) em Geografia Política no Christ Church em Oxford. Ela formou-se na Universidade da Carolina do Norte no Chapel Hill e tem feito investigação acerca da justiça ambiental e equidade de desenvolvimento no Médio Oriente, Sul da Ásia e América Latina.

Sakumi Shimizu foi aluna de Mestrado (MSc) em Estudos Japoneses Modernos no St. Antony’s College em Oxford. Tem uma Licenciatura (BA) em Artes Liberais Internacionais e trabalhou para uma empresa japonesa fazendo marketing global antes de vir para Oxford.

Marcos Todeschini realizou o mestrado em Estudos Latino-Americanos no St. Antony’s College em Oxford. Ele tem uma Licenciatura em Jornalismo e tem trabalhado como repórter empresarial há oito anos para a imprensa brasileira e espanhola.

picture_as_pdf Create PDF

Comments (1)

As traduções automáticas são feitas pelo Google Translate. Essa ferramenta pode lhe dar uma idéia aproximada do que o usuário escreveu, mas não pode ser considerada uma tradução precisa. Por favor, leia estas mensagens levando isso em conta.

  1. Thank you for creating this site! I learned of it on NPR San Francisco this week when they aired an interview with Timothy Garton Ash.

Deixe um comentário em qualquer língua


Liberdade de Expressão em Debate é um projeto de pesquisa do Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade de Expressão, do Colégio St Antony's na Universidade de Oxford. www.freespeechdebate.ox.ac.uk

A Universidade de Oxford